ERP

Um guia completo sobre software de gestão ERP

O mercado de ERP teve um crescimento significativo nos últimos anos. Isso mostra que soluções inovadoras para integrar setores e automatizar tarefas de uma empresa melhoram processos e resultados. O segmento avança na mesma velocidade em que a transformação digital ganha mais espaço em todos os segmentos. Por isso, hoje vamos apresentar um guia sobre software de gestão ERP. 

A atualização constante dos processos internos trouxe consigo a necessidade de organizar um fluxo cada vez maior de informações. Nesse cenário, o gerenciamento adequado de dados se mostra uma aptidão fundamental para bons resultados, sobretudo em um mercado tão competitivo. 

Quer conferir um guia sobre software de gestão ERP, com todas as informações a serem consideradas antes de optar por esse recurso? Continue a leitura!

Afinal, o que é ERP?

Para iniciar esse guia sobre software de gestão ERP, precisamos explicar que a sigla significa Enterprise Resource Planning – ou, em português, Sistema de Gestão Empresarial

Como o próprio nome diz, o ERP é um software de gestão empresarial. Por meio dele, é possível unificar informações e tornar mais fluida a interação entre os setores. Desse modo, a organização consegue gerenciar as operações e otimizar os procedimentos. 

Com essa unificação, a empresa usufrui de autonomia ao cumprir as tarefas, e a comunicação se torna mais assertiva. O banco de dados do ERP dá suporte às informações e funções dos setores da empresa.

Assim, os dados são únicos, evitando erros e duplicidades. Ademais, a integração das operações possibilita tomadas de decisão mais assertivas e embasadas. 

Quais são os módulos básicos que um ERP precisa ter? 

Um sistema ERP adequado deve satisfazer as demandas da empresa. Os módulos do software variam dos básicos aos padronizados, além das extensões anexadas. Alguns exemplos dos módulos básicos de um ERP são:

  • emissão de notas fiscais eletrônicas de produtos e serviços;
  • controle financeiro;
  • produção;
  • compras;
  • gerenciamento de estoque;
  • gestão comercial – CRM;‍
  • PDV online.

Tipos de ERP

ERP on premise

O ERP on premise é implementado localmente no hardware e nos servidores da organização. Sua gestão fica sob responsabilidade do time de TI. Requer maiores investimentos, incluindo a aquisição da licença perpétua e a infraestrutura (hardware, servidores e contratação de especialistas).

Neste guia sobre software de gestão ERP, recomendamos fazer o orçamento de todos os custos. Aliás, não deixe de fora a contratação e o treinamento de pessoal capacitado para operar o software.

ERP em nuvem 

Também chamado SaaS (Software-as-a-Service), é fornecido como um serviço de assinatura. No ERP em nuvem, os dados da empresa ficam hospedados no servidor do fornecedor. Podem ser acessados pela internet – por isso se diz que ficam “na nuvem”.

Nesse caso, necessita-se de um navegador e de acesso à internet. O suporte e a gestão ficam a cargo do fornecedor.

ERP de nicho 

Alguns ERPs são desenvolvidos especificamente para certos segmentos – supermercados ou redes de farmácia, entre outros. Embora pouco flexíveis e adaptáveis, atendem a todas as exigências da empresa contratante.

ERP opensource 

A palavra “opensource”, do inglês, significa “código aberto”. Um ERP opensource, então, é um sistema de código aberto que endereça as principais funções desse software. Não há gastos com a compra de licenças, o que é uma vantagem. Entretanto, a mão de obra para implementá-lo e geri-lo é especializada.

Quais são as vantagens do ERP?

Explicamos em detalhes o que é o ERP, certo? Então vamos dar sequência a este guia sobre software de gestão ERP com as principais vantagens desse sistema de gestão. Uma delas, aliás, é a gestão integrada dos processos empresariais. Entre outras, podemos citar:

  • garantia de qualidade das informações processadas;
  • potencialização da produtividade;
  • eficiência na geração de dados.

Essas são ferramentas indispensáveis para que as organizações se desenvolvam de maneira saudável.‍ Veja mais alguns benefícios de usar um ERP.

Otimização e automação de processos

O ERP permite reduzir o gasto de tempo dos colaboradores com tarefas burocráticas. A automatização de atividades e processos simplifica e agiliza a execução das funções, com mais qualidade do que as operações manuais. ‍

Gestão integrada e segurança dos dados

Todas as informações da sua empresa se concentram em uma única plataforma, possibilitando total integração entre os setores. A segurança dos dados e das operações é garantida pelo armazenamento em bancos de dados criptografados. Isso é feito de acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).

Melhor tomada de decisão 

Com acesso rápido a informações confiáveis, a competitividade do seu negócio é significativamente ampliada. Isso dá base para o planejamento financeiro e a tomada de decisão no momento certo.

‍Diminuição de erros

Com um sistema ERP, você diminui a quantidade de erros e falhas no gerenciamento de qualquer informação. Eles podem ocorrer, por exemplo, na integração automática de dados entre módulos e setores – por essa razão, o ERP evita também a duplicidade de lançamentos.

Depois de tudo o que você leu neste guia sobre software de gestão ERP, está pronto para automatizar sua gestão

A TRIYO possui uma solução completa em software de gestão ERP. Oferecemos todo o suporte e atendimento necessário para sanar suas dúvidas a qualquer momento.  

Acesse o nosso site e fale com nossos consultores. Descubra como podemos te ajudar a implementar soluções de acordo com a necessidade da sua empresa.

Previous ArticleNext Article